sexta-feira, maio 16

Batiste X Klorane: a batalha do shampoo seco

Hoje em dia, luxo própriamente dito é lavar o cabelo todo dia. Imagina ter tempo and herança genética pra fazer isso gente! De dar inveja mesmo.
Eu digo com propriedade que sou border line escrava dos shampoos secos, não passo uma semana sem. Comprei esses milagrinhos em aerosol pela primeira vez nessa minha viagem à França depois de fazer algumas pesquisas e descobrir que, o melhor shampoo seco de acordo com vários hair stylists nomeados e gurus de beleza é o Klorane. Fiz estoque desse verdinho, mas de uns tempos pra cá tenho ficado curiosa quanto às outras marcas de shampoo "em gás" que tem por ai. Nessa, descobri o Batiste. A veia do jornalismo investigativo pulsou forte e lá fui eu comprar um sprayzinho da marca, que fabrica o produto em três tamanhos diferentes (comprei o menor porque queria só testar mesmo, mas acho que da próxima vez comprarei do grande hehehe). Claro que, depois de testar os dois, ia constar uma comparaçãozinha aqui no blog né? Hahaha


Bom, de cara, já vou dizer o que todo mundo quer saber; o melhor shampoo seco, na minha opinião, é o Klorane. Mas é por um só motivo, o volume. Sabe como shampoo seco da aquele voluminho extra na raiz? Muita gente usa até em cabelo limpo pra dar aquela levantada, o que é ótimo pra quem, como eu, tem cabelo baixinho. Então, o volume que o Klorane da fica bacana, não me incomoda e eu até gosto. O do Batiste já é um pouquinho diferente, não curti tanto. O cheiro também é um fator de contraste. O Klorane não tem aroma (ou pelo menos não tem um forte o suficiente para me fazer reparar), já o Batiste tem várias opções de aromas diferentes e, pra mim, são todos muito enjoativos com cheiro de purificante de ar. Não que seja aquela coisa que fica na sua áurea o dia inteiro, mas me incomoda de leve. E o preço, como fica? Os dois são relativamente baratos, o Batiste, claro, mais que o Klorane. O primeiro eu comprei na versão mini por cerda de 8 reais, mas o de 150ml está disponível por pouco mais de 16. Já o segundo não vende em lojas físicas no Brasil e sai por aproximadamente 30 reais o spray do mesmo tamanho. O veredicto final? Sou time Klorane, mas adoro também o Batiste e super acho que ele da conta do recado. Por ele ser mais fácil de encontrar no Brasil, o Batiste ganha o ponto da praticidade, mas eu realmente recomendo que quem for viajar pra fora também faça um estoquezinho do Klo.
Vale ressaltar que essa é a impressão que os dois produtos deixaram no meu cabelo, e, como eu já disse aqui várias vezes; essas coisas variam de fio pra fio. As dicas estão ai pra quem quiser ter uma base de pesquisa, mas não tem nada melhor (e convenhamos minhas amigas detetives da beleza hahaha) mais divertida do que fazer o seu próprio teste e a sua própria comparação. E aí, qual seu veredicto?

2 comentários:

Esse espaço aqui é de vocês meninas! Comentei, perguntem, conversem, tricotem... pode fazer de tudo menos falar mal da blogueira hahaha :)
Beijos!