terça-feira, maio 6

La Vie En: Shanghai - China (por Laura Bernardes) #3 Restaurantes favoritos

Começo o post de hoje que nem a minha amiga Laura (@LauraMBernardes) começou o La Vie En dela, pedindo desculpas. Tanto eu quanto ela sumimos daqui esses dias, mas, em nossa defesa, as duas tem ótimas desculpas; eu estou em período de provas e enfiei minha cara nos livros de biologia esse feriado, não deu outra. Já ela está out and about viajando com a escola para regiões agrícolas da China para ver como funciona e realmente entrar dentro da experiência do plantio de arroz chinês, produção agrícola pela qual a China é muito reconhecida (da pra imaginar isso galera? Hahaha).
No meio dessa bagunça, o post dela que deveria ter entrado aqui sábado, ficou pendente. O lado positivo? Foram apenas dois diazinhos de espera, quase nada! Hahaha
Bom, dado todo esse atraso, melhor eu não me prolongar mais e deixar vocês com o tão trabalhoso post da Laurinha, que essa semana trás sua listinha esperta de restaurantes favoritos do império do sol com uma dose extra de história e muito, muito sabor!

Gente, morar em Xangai esta sendo uma experiência incrível! Np inicio chorreeeeiiii muito de saudades dos meus amigos de BsB, mas, aos poucos, fui fazendo amizades legais e conhecendo a cidade. Continuo sentindo saudades, mas abri o meu coração e me permiti aproveitar esta nova etapa da minha vida. Não consigo fazer tudo o que gostaria porque estou no IB e nao e moleza. Normalmente tenho que estudar aos sábados e domingos e conciliar a escola, o IB e as baladas da um pouco de trabalho. Amanha, terei que acordar as 3:40 da madrugada para viajar com a minha escola, SCIS (SHANGHAI COMMUNITY  INTERNACIONAL SCHOOL). Vamos a uma região agricola da China para colher arroz. Vocês já viram alguma foto de plantação de arroz na agua? Pois e, estarei la colhendo arroz!!!!! Vamos ficar hospedados na casa de camponeses e ajudar a escolar local. Uma “real chinese experience”!!! Todo o 11 grade esta muito animado! Vamos ver como voltaremos ao final de 5 dias! rsrsrsrs
Agora voltando a  Xangai. Como diz a minha mãe: Xangai e o bicho! Tenho que concordar com ela. Esta cidade e fantástica e o que não falta são restaurantes para explorar. A diversidade e enorme e se mantiver a mente aberta poderá descobrir lugares bem diferentes e descolados.
Sabe a comida chinesa que compramos no Ocidente? China in Box, esta comida e de uma região da China chamada Cantão. A comida cantonesa tao popular entre nos não e necessariamente a mais popular entre os chineses. A China e gigante territorialmente e cada região tem  a sua própria culinária. E eu particurlamente não sou de inovar, mas tem dois restaurantes chineses que gosto muito:

DIN TAI FUNG: Foi considerado pelo New York Times o melhor resturante para se comer dumplings. Os dumplings sao uns pasteizinhos cozidos recheados de inúmeros sabores.  Gosto muito do de vegetais e do de cogumelos. O Dim Tai Fung faz parte de uma cadeia de restaurantes tawaineses, e muito limpo, o ambiente bacana inclusive se pode ver a cozinha, alem do preço ser muito honesto.


LOST HEAVEN do BUND: Especializado na culinária tribal da região de Yunnan. Exótico, não?! E bom pedir todos os pratos sem pimenta, caso contrario ficara impossível de comer!  A decoração e charmosa, muitas  velas e o banheiro um item a parte. O bar também e uma delicia com uma varanda super agradável na primavera e no verão. Uma boa pedida para a “first date”.  Tem que fazer reserva.


Para poder se localizar melhor na cidade, uma pouquinho de historia…Xangai teve uma participação importante na historia da China, o seu porto no rio Huangpu sempre foi a porta mais importante de entrada e saída de mercadorias. No seculo XIX , o imperador chines recusou que os britânicos invadissem Xangai e a China com opio vindo da India, colonia britânica na época, Os ingleses ficaram irritados e declararam a Primeira Guerra do Opio. O imperador chines teve que abrir 5 portos chineses aos estrangeiros, incluindo o de Xangai. Depois vieram os franceses e os americanos. A cidade ficou divida em concessões (onde os estrangeiros podiam fazer o que quisessem), A velha cidade chinesa (destinada aos chineses), a concessão internacional – BUND – (reservado aos britânicos, americanos e japoneses) e a concessão francesa.
O  BUND e um dos lugares mais visitados, os prédios históricos do foram restaurados, e são cheios de charme. Muitos dos restaurantes ou clubs badalados estão nesta área. Olhando do Bund para a outra margem do rio Huangpu esta Pudong, outra área da cidade, muito moderna.

MR & MRS BUND: Eu adooooroooo este restaurante! A comida e francesa e sob a supervisao do famoso chef Paul Pairet. A decoracao e fantastica com um visual lindo e iluminado para o rio  Huangpu que corta Xangai, a musica muito boa e uma otima opcao para jantar mais tarde, Na China, o jantar e normamalmente aas 19:00 horas, um pouco cedo para os padroes brasileiros, mas se for a este restaurante depois da 23:00 horas, sera atendido, e ainda podera comer um “set menu”, entrada, prato principal e sobremesa, por aproximaamente R$ 150,00.  Uma verdadeira barganha, uma vez que no horario de rush, este e o valor  so prato principal! Tem que fazer reserva.

MR WILLIS: Como os preços deste restaurante são bem camaradas, vou muito como os meus amigos nele. E um bistrot casual, a comida e simples, mas muito boa e a decoração e aconchegante, lembrando a casa de uma amigo que gosta de cozinhar e de oferecer aos amigos o resultado de suas receitas. Tem que fazer reserva. Fica na concessão francesa.
WAGAS: Definitivamente eu deveria ser sócia deste restaurante!!! Quando não vou, peco “delivery”. Alias, e uma cadeia, ha varios espalhados pela cidade. Especializado em comida saudável, incluindo smoothies, saladas incríveis, pastas e wraps. Sou viciadinha no macarrão com abobora assada e espinafre.
Eu ainda não compartilhei aqui mas moro em Xintiandi, uma região super bacana e com inúmeros restaurantes perto, assim quando eu fizer referencia a Xintiandi, significa que o restaurante estará no máximo a 10 minutos da minha casa. O que e muito conveniente porque em Xangai não temos carro. Xangai tem 23 milhões de habitantes, 23 milhões! E se pode ir a qualquer lugar da cidade de metro ou de taxi. O que para nos brasileiros acostumados a carros e a transporte publico ruim foi realmente um desapego. Meu pai sempre diz que e a primeira vez na vida adulta dele que não tem um carro no nome dele, que não tem que pagar IPVA ou pagar seguro de carro.  Uma evolução!!!Se acham que por eu estar literalmente do outro lado do mundo eu não como um churrasco ou um pãozinho de queijo, estao todos enganados! Aqui tem farofa? Tem, sim senhor!!!! É só caminhar um pouco que chego ao Latina do Xintiandi.
LATINA:Restaurante e churrascaria brasileira com direito a pão-de-queijo, queijo coalho, picanha, farofa, caipirinha, guarana e pudim de leite. Ambiente agradável e claro, muito hospitaleiro. Outro dia, minha mae achou graça quando uns dos garçons, perguntou: - a patroa que mais alguma coisa? Ela nunca esperou ser chamada de patroa na China! 
 KABB do XINTIANDI:Um dos lugares que a minha mãe mais gosta. Ela adora a musica do restaurante, muita bossa nova lounge e house music. Frequentado em geral por expatriados e o cardápio inclui pastas, carne, frutos do mar, saladas e hamburguês e a melhor batata frita da cidade. Nos domingos preguiçosos, gosto de comer a panqueca de banana e nozes, uma verdadeira bomba calórica, mas me faz tao feliz! O preço não e tao camarada, mas vale a pena, as porções são gigantes e se pode dividir tranquilamente.
 
E a PIZZA MARZANO do XINTIANDI:A Pizza Marzano e o mesmo restaurante que em Londres e chamado de PIZZA EXPRESS.   Aqui em Xangai, este restaurante e mais sofisticado e o atendimento e simpatico. Como ficamos “acampados” no nosso apartamento por mais de 3 meses esperando a nossa mudanca, a Pizza Marzano se tornou quase uma extensao da cozinha da minha casa. Como comi macarrao ao pesto! Preco acessivel e otima opcao para “first date” de adolescentes como eu e sem muito dinheiro. O ambiente e jovem e desperetensioso, deixando os “talvez futuros “ casais mais a vontade. Fiz o teste e valeu a pena! Rsrsrs
A lista de restaurantes de Xangai e interminável, mas espero que ao lerem este post fiquem com vontade de vir a Xangai! Apesar da distancia, do idioma que me enlouquece, não se pode deixar de conhecer  esta cidade. Beijocas, Laura B.
Dessa vez a Laurinha caprichou hein? Com direito a mapeamento da cidade, insides chineses e tudo! Essa coluna fica cada vez melhor... 
Graças a esse meu furo de semana passada, sábado agora teremos outro La Vie En, sendo esse o da Juju que vem nos falar um pouquinho mais de seu intercâmbio na Austrália. E sem sumiço dessa vez! Hahaha

3 comentários:

  1. otimo! pra ficar melhor podia ter alguns videos delas ne?? se nao for pedir muito hahhaa ia ser o maximo! bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a ideia, vou falar com elas! Quem sabe rola né?
      Beijos :)

      Excluir
  2. Prima, parabéns!! Adorei seu post! Quando for a China vou precisar das suas dicas, principalmente seu serviço de tradução. Akira

    ResponderExcluir

Esse espaço aqui é de vocês meninas! Comentei, perguntem, conversem, tricotem... pode fazer de tudo menos falar mal da blogueira hahaha :)
Beijos!