terça-feira, setembro 30

Cinco diquinhas, truques e maneiras diferentes de dar um "up" no look academia

Alguns meses atrás fiz um post contando um pouco da minha experiência "marombex", incluindo minha série, dieta e dicas gerais sem muita profundidade (até porque não sou nenhuma Gabriela Pugliesi pra ficar dando concelhos fitness por ai). Esse foi um post bem requisitado, e, junto a ele, acoplado na mesma área, também tive pedidos de meninas que queriam umas dicas um pouco mais "fashion" em relação ao cotidiano da academia. Ahá! Aí sim eu posso ter uma utilidade maior. 
Confesso que, ainda me sentindo um pouco mais segura em falar sobre shorts e camisetas do que sobre tríceps e agachamentos, procrastinei muito a feitura desse post. Não por nada, mas sim pela quantidade enorme de referências que eu demorei um pouco para conseguir afunilar. Ahh, mas já que fica difícil organizar, bora jogar tudo junto e misturado pra ter um pouco de diversão, né?

A Base

Comecei  desconstruindo o "look do dia" de academia para chegar a uma base universal, tipo que nem os grandes filósofos gregos fizeram ao tentar achar um elemento que gerasse todos os outros, sabe (#sqn), então. Nesse processo, cheguei à conclusão; pode não parecer lá tão importante pro look em sí, mas sem um tênis interessante (e apropriado), não tem produção, nem look, nem #ootd fitness que se sustente. Não precisa ter um milhão de modelos diferentes, apenas alguns poucos que combinem e conversem com suas peças e se adequem ao tipo de exercício que você pratica. Parece dica furada, mas vai por mim, essa aí vale ouro.


Cores

Vai por mim, 9 entre 10 malhadoras de plantão vão sempre apostar no combo preto + neon. E nem tinha como ser diferente! A maioria das peças de ginástica são mesmo nesses tons, mas não precisa ficar escrava dessa mistura. Look all black é tão chic dentro das quadras quanto nos red carpets, e tons pastéis dão um breath of fresh air que vai fazer você se destacar sem muito esforço. Eu não sou muito fã de peças estampadas nesse ambiente, mas pra quem gosta vale investir na fórmula print + neutro + 1 tom que esteja presente no desenho (tipo ton-sur-ton sabe?), é uma brincadeira interessante de se fazer.


Detalhes

São os pequenos detalhes que fazem um look; a meia, a luva, até a liguinha de cabelo, tudo importa! Dar um pouco de brilho a esses pequenos coadjuvantes é uma maneira esperta de trazer um ar novo e inesperado ao seu look, além de rapidamente dar um "up" naquilo que não tava lá muito interessante in the first place. Juro pra vocês, comprei uma liguinha (repito gente, uma l i g u i n h a) pink super fosforesceste quando comecei a malhar e senti que ela fez maravilhas pelos meus looks "mais pra çá do que pra cá", entende? É um detalhe tão pequeno, que todo mundo sempre ignora, vale a pena prestar um pouco mais de atenção nisso e facilmente trazer um toque de alegria à produção.


Tecidos

Uma parte crucial da construção de uma peça de academia é seu tecido. Na mão dos tecidos está o caimento, a silhueta e justamente o que muitas temem; o agarra-agarra em partes que queremos esconder e vice-versa. Sou fã do tactel para as partes de baixo, enquanto prefiro os dryfit nas blusas e camisetas. Algodão é sempre uma boa, mas para exercícios mais pesados (aeróbicos em geral) é interessante escolher algo que te mantenha mais sequinha. Tanto uma roupa para a vida quanto principalmente uma roupa para a academia devem fluir com o seu corpo, se adaptar a você e garantir conforto. Se você sente que seu outfit está brigando contigo mais que te apoiando, é hora de terminar a relação com algum dos componentes da estrutura.


Moda

Com o baque do estilo de vida fitness na mídia, marcas que não tinham muito a ver com esse universo começaram a investir em coleções que atendessem aos marombeiros de plantão. A última a se juntar ao clube foi a John John, que recentemente lançou uma linha com mais de oitenta artigos que vão de leggins a meiões passando por tops incríveis que já entraram pra lista de desejos! Ah, e claro que não da pra falar de academia como passarela sem comentar da febre das calças brilhosas da Track&Fit. Elas vestem super bem, vem em diversas cores e estarão sempre presentes em pelo menos um look ao redor da sua acad. Ainda não garanti a minha mas da próxima vez que for ao shopping vou dar uma passadinha em ambas as lojas e dar uma renovada no meu guarda-roupa fitness.


E enquanto eu desbravava a internet em busca de referências para esse post (a pessoa escreve muita coisa da cabeça gente, um pouco de pesquisa aqui e alí não faz mal a ninguém hahaha), encontrei esse vídeo que a blogueira Helo Gomes fez para o canal de moda do youtube. Nele ela da mais algumas pequenas dicas que podem acrescentar à sua visão de moda fitness. Vale o play.


Sinto que todas as vezes que falei as palavras produção, look ou outfit eu deveria ter introduzido-as e concluido-las com um belo par de aspas. Porque realmente, academia não é lugar de montação, não é lugar de dondoquisse nem de peruísse (abusar de algum desses três não é um passo pra frente, é quatro pra trás). Aparecer na academia como se estivesse indo pro VMAs é feio, talvez tão feio quando dar as caras mulambo style. Não é essa a intenção desse post, e sim compartilhar algumas dicas e formas de dar uma renovada no estilo de uma área das nossas vidas que é bastante "fashionisticamente limitada". Tudo bem levar uns minutinhos pra ajeitar o cabelo, mas não vale pegar leve na malhação por medo de estragar a maquiagem! Hahaha

4 comentários:

  1. E dá sempre uma motivação extra, adoro usar cores



    Sónia
    www.tarasemanias.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Da mesmo! Porque malhar sem graça ninguem merece! Haha
      Beijos Sónia :)

      Excluir
  2. Voce faz mais aerobio ou musculação teddy? Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que minha série é bem equilibrada, faço de tudo um pouco!
      Beijos :)

      Excluir

Esse espaço aqui é de vocês meninas! Comentei, perguntem, conversem, tricotem... pode fazer de tudo menos falar mal da blogueira hahaha :)
Beijos!