quarta-feira, abril 30

360: Ana Carolline Torres (Miss Teen DF 2014)

Desde pequena, sempre fui muito encantada pelo universo dos concursos de beleza, e que menina não? A gente cresce vendo princesas perfeitas nos filmes da Disney e já se apaixona de cara por todo o universo da tiara. Aí vem Sandra Bullock como Miss Simpatia pra alegrar o nosso cinema e, como se não bastasse, as fofinhas estéricas do Toddlers and Tiaras (#goHunnyBooBoo) pra arrancar uns bons "awwh"s da gente. Com isso em mente, era quase impossível negar o convite de assistir ao desfile da final do Miss Teen Brasília, que aconteceu esse sábado na Noir Club. O evento, que teve também a colaboração do pessoal do Fashion Teen e da Mina Mino (que também desfilaram suas coleções), girou em torno de 6 meninas maravilhosas que competiram pela coroa, e eu tive a oportunidade de entrevistar a grande vencedora (literalmente, pois eu chuto que ela tenha, por baixo 1,75 de altura); Ana Carolline Torres. Aproveitei pra fazer pra ela as perguntas de uma nova tag que estava doida pra estrear aqui no blog, o 360! São 36 perguntas sobre os mais variados assuntos e, claro, regadas com uma pitadinha de humor e descontração. Acho que uma Miss é uma boa maneira de fazer essa estreia, não? Hahaha

Ao lado da Miss Brasil Plus Size e da Miss Teen, é muita beleza (e altura) pra mim gente! Haha
Nome de certidão AND nicknames e apelidinhos  
Ana Carolline Oliveira Torres, Ana, Carol, Aninha, Torres... Acho que são esses os mais comuns.
Idade (verdadeira ou fake, o que for da sua preferência) 
16 anos
Trabalho/Ocupação
Eu sou estudante e sou modelo também
Usou, mas tacaria fogo
Ai, não faço a mínima ideia! Hahaha, hmm, acho que Crocs. É, Crocs!
Tacava fogo, mas hoje usa
Livro!
Sonho que, se ainda não foi, um dia será realizado 
Cursar medicina. 
Tiques nervosos, pseudo-TOCS, manias... 
Organização. 
Guilty pleasure 
Ai meu Deus, não sei! Acho que eu sinto um pouco de culpa de gostar de refrigerante. 
Um gosto que só você tem 
Comer salada de madrugada! Hahaha 
Pior e melhor ideia dos últimos tempos 
Acho que a melhor ideia foi focar nos meus estudos pra medicina e a pior foi desistir do curso. Não desisti ainda! Mas pensei seriamente haha 
Livro favorito de todos os meses, anos, décadas, vidas... 
Harry Potter, sem dúvidas! 
Truquezinho de beleza que ninguém sabe 
Passar rímel, normal, depois passar um pouco de pó nos cílios e depois rímel de novo. Os cílios ficam enormes! 
It-Girl/Fashionista que você ama mas quer matar 
Ah, querer matar não sei haha, mas acho que eu me inspiro muito na Thaís Araújo por ela também ter cabelo cacheado. Me identifico. 
Artistas que não saem do seu Mais Tocadas do iPod 
Michael Jackson! 
Citação preferida 
"Para você conquistar alguma coisa é necessário abrir mão de outra", é o que eu sempre levo pra minha vida. 
Hábito levemente esquisito 
Acho que esse de comer salada de madrugada, né? Hahaha 
Se você fizesse uma capsula do tempo, que 3 coisas você colocaria dentro dela para abrir daqui a 20 anos? 
Acho que no todo colocaria a minha família, pode? Hahaha, é que eu morro de medo de perder eles! 

Não vivo nem um dia sem... Falar que amo meus pais, e celular hahaha 
Me. Tira. Do. Sério... Mentira. 
Me sinto gata quando... Meu cabelo ta prestando, quando ele resolve concordar comigo! Hahaha 
Putz, eu queria ter inventado isso... Algum trabalho que fizesse dinheiro dormindo! Acho que nem existe mas eu queria ter inventado hahaha
O que você faz quando...
Está falando poucas e boas sobre a pessoa x para a sua amiga e, quando menos você espera, ela surge do seu lado. 
Finjo que é de outra pessoa que eu to falando. 
Você já ta toda pronta, produzida, em cima do salto, gata garota e bem quando vai sair começa aquela chuva monstra. 
Vou tomar banho e dormir! Desisto total hahaha 
Recebe um comentário desnecessário via blog/instagram 
Deixo ele lá. 
Começa a brincar com o pet da sua amiga e, no meio da brincadeira, o fofo te da uma baita de uma mordida no braço. 
Acho que eu ia chorar! Hahaha

Sol ou chuva?
Chuva
Blog ou revista?
Revista
Esmalte chamativo ou rendinha?
Rendinha
Comedia romântica ou cine cult?
Cine Cult
Paetê ou renda?
Renda
Salto alto ou rasteirinha?
Rasteirinha
Destino exótico ou cidade grande?
Cidade grande
Sabadão na balada ou em casa com a family?
Em casa 
Batom ou gloss?
Gloss
Cães ou gatos?
Cães 
E, pra finalizar, se descreva (ou pelo menos tente) em uma frase ou palavra        
Honesta
Fofa de tudo a Carol né? Além de linda (e inteligente! Viram o tanto que ela falou sobre seu curso de medicina?) ela é super simpática e era toda sorrisos enquanto tirava foto com fãs e respondia perguntas da imprensa. Ahh, e não posso deixar de comentar esse truque do rímel! O que é isso gente? Alguem sabia dessa doideira? Hahaha, nem preciso dizer que to doida pra testar! 
O evento foi maravilhoso e a coroa super merecida, agora é torcer pra nossa Miss Teen Brasília virar Miss Teen Brasil! #TeamCarol

P.S.: Curtiram essa nova tag? Eu to adorando! Quero ver quem vai ser a próxima vítima hahaha, ideias?

segunda-feira, abril 28

Cabelos azuis (sim, azuis!) em 2 minutos com a Hair Shadow da Kiko

Que atire a primeira clog quem nunca teve uma vontade fashion levemente duvidosa. Difícil, né? Nem as maiores Constanzas Pascolattos e Glorias Kallis do estilo e elegância podem dizer que não se arrependem de algo que já usaram ou já quiseram muito investir. Eu, por exemplo, assumo sem medo da ridicularização que, por muito tempo, um grande desejo da minha bucketlist era pintar as pontas do meu cabelo de azul (bem sereia mesmo, sabe como? #aquamarine). As vezes chegava beeem pertinho de cometer a loucura, mas logo minha mãe e minhas amigas me puxavam de volta pra Terra, apontando as falhas que esse risco tem na prática, e olha que são mesmo muitas!; ressecamento incalculável do cabelo, manchas nos meus fios que já são descoloridos (perigo master!) e o inevitável fato de que, eu sendo exatamente como eu sou, amaria o resultado... pelos primeiros 3 dias.
A questão é que, vejam bem, eu enjoo das coisas numa velocidade impressionante. E tudo bem, não tem problema ser assim, mas cabelo não é uma coisa que da pra ficar mudando toda semana; e é aí que entra essa descoberta incrível que fiz agora na minha ultima viagem à Europa, o Hair Shadow da Kiko!


Mencionei rapidamente a marca italiana por aqui enquanto falava um pouco mais dessa viagem em questão, mas fiquei de me aprofundar mais no mundo dessa rede cosmética cheia de maquiagens maravilhosas. E de todos os produtos incríveis que a Kiko oferece, esse foi sem dúvidas o que mais me chamou atenção. Ta vendo toda essa minha história trágica de sonho X realidade que eu acabei de contar aí em cima? Então, a Kiko destrói ela em dois minutinhos com esse chalk mara.
Ok, momento explicação: o Hair Shadow nada mais é do que um pó compacto que, em contato com o cabelo (ou qualquer outra superfície sólida for that matter #nãorolafazercomcamisaetabranca), colore os fios temporariamente. Digo temporariamente pois sim, ele sai na primeira lavagem. Com um pouquinho de dificuldade admito, mas nada exaustivo. Outro porém é o ressecamento do cabelo a curto período dado pela imprudência (leia-se minha imprudência) na hora da aplicação. Digo isso porque eu costumava esfregar o Hair Shadow com força nas pontas, mas não é nada disso; a melhor maneira de ter um resultado não apenas colorido mas também nutrido é passar delicadamente (de cima para baixo apenas e nunca no sentido contrário) o chalk pelas madeixas, pegando um pouco com a mão e fazendo a aplicação dessa maneira momento ou outro. Fora isso, diz se não é uma proposta super divertida?
Eu não posso ser a única garota que tem vontade de cabelo colorido mas não quer mudar os fios permanentemente, e eu acho que esse produto finalmente vai suprir a demanda por maneiras simples e temporárias de conseguir um efeito "fantasia" nas madeixas. Talvez tenha sido mais a surpresa, divertimento ou até realização que motivaram essa minha compra, mas e daí? Que mal fazem um ou dois elementos alegóricos na penteadeira? Eu adoro e me divirto muito! Já usei pra assustar minhas amigas, pra pular carnaval, pra festa a fantasia... Olha só quantas utilidades, e esse é só o comecinho! Ainda estou explorando minhas possibilidades, mas que a vontade dar #aloka e levar o cabelo azul pra uma tarde com as amigas no cinema, ah, isso a minha sereia interior não pode negar!

sexta-feira, abril 25

La Vie En: Gold Coast - Austrália (por Juliana Costa) #2 Host family, amigos e escola

Já de volta de suas incríveis férias pelas ilhas australianas, dessa vez a Ju aparece aqui para nos contar um pouco mais sobre a parte "intercâmbio" de sua viagem. Da hoast family (sua família adotiva durante o período de sua viagem) a seus amigos, ciclos sociais e convivência escolar, a Ju esclarece algumas das mais frequentes dúvidas sobre intercâmbio e assuntos relacionados ao longo que conta um pouquinho mais da sua experiência.
Eai gente, peço mil desculpas por ter desaparecido daqui por um tempo, mas é que a minha vida aqui esta muito corrida(tenho que aproveitar cada segundo enquanto eu tenho certo?), ainda mais que também estava viajando. Com a Teddy já falou, viajei para essas ilhas mais no norte da Austrália, que se chama Whitsundays. Em outro post eu venho aqui contar para vocês como foi essa minha semana MARAVILHOSA lá. Já no post de hoje vou falar sobre a minha vida desde o começo aqui, a convivência, família, escola e amigos.
Desde que parti para essa experiência já sabia que ia passar por muitas mudanças. Minha primeira grande preocupação(assim como a da maioria das pessoas) era a minha host Family. Com o meu programa de intercâmbio, cada pessoa fica em uma casa de família Australiana pelo tempo que estiver aqui. Antes de vir para cá recebi todas as informações sobre a minha família e já sabia tudo deles antes de conhece-los(stalkear as redes sócias das pessoas serve pra isso né? Kkkkk). Vi como todos eles pareciam totalmente normais então fiquei bem mais relaxada(ainda mais que os meus pais tem um salão de beleza, não poderia estar mais feliz kkk). Cheguei aqui e vi que estava totalmente certa, todos da família são super simpáticos, adoro muuuuito eles. Também não poderia dar mais sorte do que cair em uma casa a 4 minutos da minha escola de bicicleta e 5 minutos a pé da praia. Simplesmente uma localização maravilhosa para mim, que gosta de chegar nos lugares em pouco tempo, pois sou super preguiçosa para essas coisas. Imagino se morasse em lugares que ficam 40 minutos dos que eu vou, acho que não iria nem sair de casa! Para vocês imaginarem, tenho amiga que mora em lugar que só pode chegar de carro, ela vive em torno da carona da host.
Desde que cheguei não tive se quer problema com minha família, apenas que diferente do Brasil, aqui não temos empregada(pra eles aqui isso é coisa de outro mundo kkk) então tenho que fazer alguns trabalhos básicos, como lavar minha roupa, limpar e varrer meu quarto, lavar a louça de vez em quando... Mas nada que mate ninguém. Isso tem sido até bom para eu me acostumar pois vou ficar 2 anos com uma casa sem empregada. Minha convivência com a minha família tem sido ótima, converso com eles muito sobre tudo e já me sinto parte da família.
A segunda maior preocupação que todo mundo tem é com a escola e as amizades que você vai fazer. Não fazia ideia de como seria o meu primeiro dia de aula e no final das contas estava tudo certo. Como qualquer outra pessoa você se sente perdida no começo, sem conhecer nada, mas com o tempo você se acostuma. Como na minha escola somos 34 internacionais (19 alemães!, 7 brasileiros, 2 italianos, 1 chileno, e 5 chineses), não tinha jeito de ter que ir almoçar no banheiro, como eu esperava. Estávamos um com o outro e já construí um laço muito forte com alguns. Não é de primeira também que você consegue fazer amizade com os australianos, pois eles são bem fechados entre si. O ideal é você forçar a amizade com eles que com tempo você vira amiga deles. Já fiz várias amizades aqui que eu sei que vou levar para a vida toda. Desde o começo amigos é a minha menor preocupação, pois cada dia conheço alguém. Outro aspecto que também é muito bom é que todos nós internacionais de todas as escolas(as principais são Miami, Merrimac, Robina e Palm Beach) somos muito unidos, então várias vezes na semana nós combinamos de sair e nos encontramos para nos divertir.
No próximo post vou falar um pouco mais sobre o que tenho o costume de fazer aqui e também vários lugares que fazem parte da minha vida. Tem uns que vocês vão amar demais, já estou até vendo kkk. Mas então é isso, até a próxima, beijoooos, Ju.
A Ju explica tudo tão bem, com uma facilidade que nem todo mundo usa pra descrever o processo de não apenas adoção mas também aceitação durante o intercâmbio. Topíssima!
No próximo post ela vai nos contar um pouco dos lugares que mais frequenta em Gold Coast e eu quero só ver o que ela vai nos recomendar de lá! Enquanto isso ficamos aqui só na vontade, e pra mata-la um pouquinho vale lembrar que o insta da Ju (@JulianaVCosta) está sempre aí, cheio de fotos incríveis do sol, praia e todos os seus momentos nessa viagem inesquecível! Da o follow e espera pra ver o que vem por aí!

quinta-feira, abril 24

Eighties por Lara Araújo

O look de hoje foi composto por uma amiga a qual eu já estava querendo fotografar a um bom tempo. A Lara (@LaraAraujo) tem um estilo singular que mistura com delicadeza elementos simples com toques de moda aqui e ali. Gosto muito, pois prova que, para se vestir bem e diferenciadamente não é necessário que misturemos camadas e camadas de roupas, estampas, cores e acessórios. Claro que é divertido fazer a Anna Dello Russo quando da vontade, mas de vez em quando é bacana montar um look em que (e digo isso em lato sensu), o todo seja maior que a soma das partes. Ta complicado de entender? Da uma olhada no look da Lara e vê se tudo fica mais claro.


Não sei nem se foi intencional, mas a proposta final foi super anos 80 né? Normalmente não sou muito fã das referencias fashion dessa época, mas a Lara fez essa revisita de uma maneira tão moderna e atual que fiquei até com vontade de copiar! O mais legal é que eu acho que ela faz de maneira natural, sabe? Sem pensar muito nos "porques". No final, a gente para e percebe "caramba, é só uma saia, uma camiseta e um brinco, mas ficou tão legal!", e eu sinceramente acho que no momento é disso que o mundo da moda (e nossos respectivos "Looks do Dia") precisa.

P.S.: Prestaram atenção nesse cabelo?! Escândalo, né? A Lara já tem esses cachos gordos naturais perfeitinhos mas confessou que deu uma potencializada neles usando aquele truque que ensinei aqui algumas semanas atrás. Dica extra; antes de colocar a faixa ela admitiu passar um pouco de mousse nas madeixas para que ficassem mais modeladas ainda. Não testei isso ainda, mas assim que tiver a oportunidade irei tentar e conto os resultados aqui pra vocês.

quarta-feira, abril 23

Look do Dia: Backless

Roupa é que nem amigo; por mais que a gente ame todas elas sem limites, sempre vai ter uma, duas, três, quatro ou trinta (número relativo que vem a depender da quantidade de roupas - e amigos - que você tenha) que vão estar mais próximas ao seu coração que as demais. Roupas pelas quais se cria uma afinidade maior, sabe? Sem querer ser fútil, superficial ou nada do tipo (mas me arriscando a ser tachada de ambos), só achei que essa era a introdução que merecia o vestido do qual vou falar hoje, que é, sem muitas dúvidas, uma das maiores obras de arte que já entrou no meu guarda-roupa.


Salto: Schutz
Clutch: Henri Bendel 
Brinco: Acervo

Tão gostoso montar look com uma peça dessas né? Até o cabelo foi pra cima pra que o decote das costas não passasse batido! Claro que, por ser uma peça tão forte, ele não deixa muito espaço para a imaginação e o primeiro impulso acaba direcionando para os acessórios mais básicos mesmo. Mas porque combater esse instinto? Deixa o vestido brilhar! Existem milhares de tubinhos pretos e vestidinhos brancos guarda-roupa a dentro, esses a gente acessoriza a vontade, pronto! Agora, um manga-comprida, costas nuas todo bordado de pérolas? Bom, esse eu tenho o orgulho de dizer que merece, e merece muito, uma sandália preta e uma clutch básica! E quando você tem um vestido assim, ai leitora, é porque, como um bom amigo, ele vale muito a pena.

P.S.: Desculpem a quantidade de fotos, ok gente? Normalmente eu me seguro pra não sobrecarregar vocês (e a própria página do blog) com imagens, mas dessa vez não deu pra segurar! Hahaha

terça-feira, abril 22

Transformando bijuterias com esmalte fluo (repost)

Alguns dias atrás, quando postei aqui meu look usado na mais que amada festa de tintas Get Glow, comentei rapidamente sobre o colar neon que estava usando. Amarelo-limão e super chamativo, também comentei que não foi exatamente assim que ele veio quando o comprei e que, por baixo desse neon todo estava a receita para o que eu acredito ser o único DIY que eu consigo fazer. DIY o qual eu postei não apenas uma, mas duas vezes na fase antiga do blog.
Ofereci repostar essa publicação e a caixinha de comentários gostou da ideia (jeito bonito de dizer que alguém se interessou pela coisa e pediu para que eu de fato republicasse a postagem haha). Pedido de leitora, ordem de blogueira; depois de muito caçar essas matérias no folder no meu bloguinho nível 1, aqui está o tutorial sem tirar nem por.
Se tem uma coisa que eu não sou, é dotada nos trabalhos manuais. Talvez nascendo de novo eu consiga cortar um jeans direito, ou bordar uma camiseta, mas nessa vida eu fico devendo. Mas, se teve uma coisa que eu aprendi pelos vastos endereços da internet, é que sempre tem algo que você possa fazer. E,  mesmo com um "nada" de talentos manuais, você consegue ter seus 15 minutos de Erika Domesek.
E o DIY tão ridiculamente fácil de fazer que convidou até a minha pessoa a tentar, é super trendy em questão. Afinal, tem acessório mais cobiçado do que o maxi-colar, hoje em dia? Pois bem, com essa ideia super fácil e prática da pra trazer qualquer bijuzinha furreca pras passarelas de 2012, vamos lá?
Tudo o que você vai precisar; colar/biju de escolha (desde que seja nesse material transparente - imitando brilhante - super fácil de achar por aí) e esmalte cremoso. Escolhi aquele fluo amarelo bárbaro de uma linha neon que a Impala lançou um tempinho atrás e bombou com as unhas das meninas. Recomendo esmalte cremoso, mas na indicação desse que eu usei consta matte e funcionou super bem. 
Começo pingando uma gota, bem de leve. Ela vai escorrendo e dando um efeito super bem acabado na pintura da pedrinha. Ah, e esse tipo de colar vem em kits de bijuteria, da pra achar em qualquer lojinha (esses da Fashion Jewelry, por exemplo, vendem em qualquer esquina e são super baratinhos!). 
Agora é só ir pintando todos os quadradinhos, um por um. Se quiser, é bom ter um palitinho de madeira por perto pra ir dando o acabamento e regulando o esmalte entre as pedras.
Quando estiver próximo da metade, seu colar vai estar mais ou menos assim. Cuidado com os ganchinhos e as ligações de metal! 

Pronto! A pintura com esmalte está finalizada e, modéstia parte, ficou muito boa! hahaha Lembrando que é legal esperar pelo menos uns 5 minutos enquanto o esmalte seca, a tinta se fixa e o resultado fica mais bacana ainda! 

Essa foi a primeira vez que testei o truque e diria que tive ótimos resultados pra quem nunca ousou se envolver com esse ou qualquer outro tipo de DIY what so ever. Já era de se imaginar que, depois de finalmente achar um tutorial simples o suficiente para que eu conseguisse maestra-lo, a dose seria repetida algumas vezes, e foi nessa que eu comprei mais alguns colares e fiz o post #2:

Vou confessar que tive de prestar uma quantidade extra de atenção ao alinhamento de cada fileiras, pois assim que uma pedrinha for pintada, não tem mais volta (eu até tentei remover a tinta com acetona mas pouco funcionou). Mas depois que a cor de cada um dos colares foi determinada, foi simples manter a concentração; o primeiro ganharia quatro tons, formando assim elos de cor que saltam do seu pescoço. O segundo, que tem uma estrutura particularmente complicada de se pintar, permaneceu metade transparente e metade amarelo (outra combinação super bacana que vi nos sites de streetstyle). Já o terceiro, por sua vez, se demonstrou bem mais fácil do que aparenta ser! O segredo para conseguir o efeito degrade perfeito é ir diluindo a cor escolhida em esmalte branco, e acertando as dosagens progressivamente.
Apesar do "contexto histórico" (!) desse post "vintage" (!!!), a ideia ainda se mantem bastante atual, não acham? Sim, os maxi-colares foram tão disseminados que esse trabalho se torna desnecessário, afinal, se achamos colares grandes e lindos em todos os lugares por todos os preços, qual a necessidade de botar a mão na massa pra "fazer o seu próprio" de tal forma que ele se encaixe nas tendências? Eu respondo da seguinte maneira; primeiro, porque o resultado é muito bacana. Segundo, porque dessa forma você consegue simplesmente manipular qualquer bijuteria remotamente "limpa" e torna-la sua e única e terceiro, porque é divertido, e essa razão por si só já deveria ser o suficiente para convencer todas vocês a tentar! Hahaha
Usem-me como exemplo! Comecei com essa brincadeira de pintar coisas com esmalte só pra poder dizer que eu conseguia de fato fazer alguma coisa interessante "tutorialisticamente" falando e, de quebra, ganhei uma bijuteria a qual considero mega curinga e salvadora de looks.
Adorei a ideia de replubicar esse post, me fez rever várias matérias antigas que escrevi no passado e, de certa forma, também continuam relevantes nos dias de hoje! Quem sabe eu nao publico mais uma delas novamente dia desses, quem se lembrar de alguma interessante é só falar que eu trago ela pra ca em dois tempos. E viva a nostalgia fashion!

segunda-feira, abril 21

Mais usuários para seguir no Insta pra ontem!

A uns 15 dias atrás fiz um post falando sobre alguns dos meus usuários favoritos do insta e fiquei devendo o restante dele (são tantas áreas diferentes pra comentar que a divisão delas já rende dois posts super giga!). Bom, aqui estou eu para cumprir o resto da promessa e falar mais a1lguns @ interessantes que ainda não tive a oportunidade de compartilhar. Botão de follow a postos? Já!

Beauté
  • Pat McGrath (@PatMcGrathReal) A possibilidade de entrar em uma conversa sobre talentos do mundo da beleza e não esbarrar no nome Pat McGraph é quase nula. A makeup artist britânica é, sem dúvidas, um dos pesos pesados da maquiagem conceitual do mundo fashion, assinando verdadeiras obras de arte que caminham por passarelas da Prada, Dolce&Gabanna e Comes des Garçons e editoriais que imprimem as páginas de publicações como Harper´s Bazaar, W. e Vogues ao redor do globo. Como se já não bastasse tudo isso, a queridinha do fotógrafo Steven Meisel ainda é diretora criativa dos cosméticos da P&G, acho que agora ta bom né? Em seu insta, Pat compartilha suas principais criações,  ta que a maioria das maquiagens que McGrath posta não são la muito usáveis, mas que mal pode fazer um pouco de alta moda na nossa dashboard?

  • Sharona Usher (@MakeUpBySharona) Se o problema é inacessibilidade, Sharona destrói tudo num post só! Beauty guru das internets, a Youtuber tem uma mão pra tutoriais impressionante; em vídeos de poucos segundos ela ensina, em seu insta mesmo, maquiagens maravilhosas e, na teoria, super simples de replicar! Já coloquei suas dicas em prática e boto minha mão no fogo que funcionam!
  • Amber Fillerup (@AmberFillerup) Mudando um pouco pras vertentes capilares, Amber também é uma associada do Youtube que trança suas madeixas loiras como ninguém! É serio gente, nunca vi perfeição maior! É cada penteado que ela posta que meu Deus, da vontade de sequestrar e prender em cativeiro pra ter tranças incríveis todo dia! Não ta acreditando? Da um scroll rápido pelo @ dela e diz se é exagero.


Editores
  • Victoria Ceridono (@DiaDeBeauté) Editora de beleza da Vogue e blogueira nas horas vagas, Vic Ceridono já é uma paixão nacional and internacional agora que se mudou para Londres e vive de rolê pelas Europas. Seus cliques são uma coletânea e tanto; de insides de seu trabalho até momentos intimos do seu cotidiano sem nunca perder seu humor e a leveza característicos.
  • Monica Salgado (@MonicaSalgado) Se a Glamour é a mais bem-humorada e divertida das publicações, sua editora chefe não podia ser diferente. Sempre com um sorriso no rosto, Monica Salgado é instaviciada! Sejam cliques da redação da Glamour, festas e lançamentos com o pessoal do mundo fashion ou sejam snaps do seu fofo Bernardo em momentos de relaxamento e tranquilidade com a família, Monica não perde a oportunidade de usar um filtro!
  • Anna Dello Russo (@Anna_Dello_Russo) Como não amar alguem que posta fotos com toquinha máscara de tubarão e bolsa de paetês em formato de coxa de frango, me diz? E isso não é nem uma fração das doideiras que essa excêntrica compartilha; tem careta no bombado mercadinho da Chanel, clique espontâneo travestida de princesa a lá Oscar de la Renta no meio de Milão, dando carona pra amigue Olivia Battaglia no taxi-bicicleta... É cada uma! Sem mencionar os looks que ganham destaque nos posts de seu Insta. Por essas e outras, não tem como não dar um follow.

Its
  • Thaila Ayala (@ThailaAyala) Quando o assunto é itgirl, Thaila é sem dúvidas o melhor que o Brasil tem a oferecer no quesito. Boêmia de tudo, agora que Thaila está solteira (perdeu Paulinho Vilela!) a atriz não para quieta nesse mundo! É California aqui, Nova York ali, Rio depois... Resultado: rolos e mais rolos de cliques em festivais de musica, festas incríveis com as amiguinhas tops e, porque não podia faltar, teasers de seus trabalhos como modelo e personalidade pública. No meio disso tudo está o estilo meio rocker, meio hippie e totalmente Thaila que inspira mais de 600 mil seguidores.
  • Nicole Richie (@NicoleRichie) Modelo, designer, itgirl, celeb... Nicole é um pouco de tudo isso, e seu Instagram não podia ser diferente. É modelo quando posa para a capa da Teen Vogue, é designer quando compartilha seus momentos de criação com sua equipe da Hause of Harlow, é itgirl quando posta snaps de seus super trabalhados looks, é celeb quando senta no sofá de Chelsea Handler e é Nicole à mais máxima das potências em todos os momentos!
  • Dita Von Teese (@DitaVonTeese) Só por ela ter criado um universo vintage no meio de tempos modernos e em cima dele ter construído seu império, Dita já merece todo o respeito do mundo. E ela faz isso de maneira tão natural que realmente faz acreditar que sua vida é a antiga Hollywood. Seus cliques servindo como exemplo; é tanto batom vermelho, tanto cabelo ondulado, taaaaanta lingerie delicada e taaaaaaanta sedução na taça de martini que fica fácil entrar um pouco em seu mundo e sentir o glamour anos 50 que é a vida de Dita.

Ufa! Acho que agora eu cobri tudo! Confesso que se soubesse que listar todos esses usuários seria tão trabalhoso assim tinha só mandado todo mundo dar uma olhada na minha lista de "Seguindo" e pronto hahaha. Brincadeirinha ok? Eu amo Instagram e compartilhar as maiores paixões da minha dashboard foi quase que instintivo. Agora quero ver todo mundo seguindo esses @ para que possamos comentar e fofocar muito sobre o que essa galera tem postado, posta e vai postar em seus perfis!


P.S.: Gente, eu não passei por aqui esse fim de semana mas queria desejar a todos, por mais que bem atrasada, uma feliz Páscoa! Que os princípios verdadeiros da Páscoa (que, por mais que pareçam, não são apenas se entupir de bacalhau e chocolate hahaha) tenham sido lembrados e que o espírito de Jesus Cristo esteja sempre iluminando a vida de cada um de vocês! :)

quinta-feira, abril 17

La Vie En: Shanghai - China (por Laura Bernardes) #2 Bares e Boates do ♥

No comecinho do blog, logo quando voltei a ativa, me foi pedido um post falando dos lugares que eu mais frequentava em Brasília. O post foi um sucesso e muita gente gostou! Com isso em mente, era óbvio que eu repetiria a dose de maneiras diferentes. Agora, é vez da minha amiga Laurinha (@LauraMBernardes no insta!), que está invadindo o blog periodicamente para nos contar um pouco mais da sua experiência morando na China, falar sobre os lugares que fazem parte da sua rotina em Shangai!
Ahh, um recado rapidinho; semana passada era vez da Ju aparecer aqui e contar um pouco mais de Gold Coast, mas ela está fazendo uma viagem mara pelas ilhas do norte da Austrália, ou seja, não rolava de mandar o post pra cá. De qualquer maneira, ela já volta essa semana e na próxima podemos esperar várias novidades na coluna dela! Hoje, entretanto, vamos focar nos lugares incríveis que a Laurinha tem pra mostrar (invejei muito umas boates aí! #queroShang)
Olá gente! Hoje estou aqui para mostrar pra vocês os meus lugares prediletos de Shanghai e os que eu acabo indo mais. Eu ia mostrar minha escola mas escola sempre é uma chatura certo? Hahaha eu estudo numa escola internacional aqui e faço o programa do IB, um currículo internacional (muito puxado gente, sem moleza! Hahaha). Por cause disso, sair constantemente fica dificil o que me chateia muito por ser a parte que mais gosto da cidade: essa agitação, esse mundo de coisas pra fazer. Mesmo assim, eu sempre arrumo um tempinho no fim de samana pra me divertir ou mesmo durante a semana nem que seja pra passar num Starbucks com os amigos (aqui é uma beleza tem em toda esquina!).  Enfim galera vou começar falando das boates e bares por que resumem bastante o meu final de semana hahaha 
Bares 
Perry’s: Gente o Perry’s é de longe o bar que eu mais vou. Adoooro esse lugar. É um bar onde basicamente expatriados vão e todos os estrangeiros adolescentes daqui vão com certeza conhecer. Sempre tocam musicas bacanas e toda vez que eu vou é divertido. É bem barato e a comida também é uma delicia. Normalmente vou la antes de ir pra boate mas as vezes quando esta muito bom ficamos só por la mesmo.  
Murals: O Murals é outro bar que vou muito nas sextas feiras por que até 10:30 é de graça para meninas. Alias, ser meninas em Shangai é bem melhor já que maioria das boates te deixam entrar de graça. O Murals é um bar misturado com boate bem pequeno. Normalmente quando vou la encontro bastante gente de escolas internacionais, que nem no Perry’s o que é bom para conhecer gente diferente sempre. A musica la é muito boa e eles tem uns sofás que são super confortáveis e bacanas.
Bell Café and Bar: O Bell é o bar mais tranquilo que tem e eu adoro ir la em todas as ocasiões. Originalmente é um restaurante e por isso tem muuuitas comidas gostosas. Da pra ir la pra estudar, pra passar horas conversando ou antes de ir pra boate. É definitivamente um dos meus lugares prediletos da cidade. A musica é super bacana e o clima é o máximo. O conceito do bar é imitar sua sala de estar então todos os sofás são estilo “casa” tem varias prateleiras de livros nas paredes, velas, e mesinhas de centro. É super aconchegante.  
Boates  
M2: A M2 é uma das boates que eu mais vou. É bem pertinho da minha casa e a musica de la é com certeza umas das melhores. Eu gosto também por que tem o tamanho perfeito, nem tão grande, nem tão pequena. A M2 também alem de ter estrangeiros tem vários chineses.  
Hollywood: Hollywood é uma boate pequena aonde todos os hips de Shanghai vão. Se você passar por la com certeza vai encontrar varias modelos, fotógrafos, dançarinos, etc. A musica é muito boa e os DJs de la normalmente muito bons. O legal de la é que tem dois andares e no debaixo tem canhões de decoração. É muuito legal.  
CA: A CA é uma boate 10 minutos da minha casa. Eu gusto bastante por que a musica é muito boa mas e o ambiente é legal. É um espaço menor mas que também gera uma atmosfera divertida. Por la bambem sempre encontramos vários modelos e fotógrafos. 

7th Floor: Como diz o nome, é uma boate no sétimo andar. Confesso que de todas, a musica de la é minha preferida. 
No próximo post vou falar de restaurantes e outros lugarzinhos que costumo ir. No geral Shanghai é famosa por ter uma vida noturna agitada e tenho certeza que foi um dos motivos que facilitou que eu gostasse tanto da cidade! 
Top demais né? Querendo um bar com conceito de sala de estar aqui em Brasília pra ontem (alô, Central Perk? #FriendsForeva)! O bacana desses lugares é que, apesar de estarem no meio de uma das culturas mais exóticas do planeta, eles são super "relacionáveis" para nós do Ocidente, o que a Laurinha confessa ter sido uma facilidade na hora da adaptação dela lá. Eu amei o post e estou louca pra ver a próxima parte. E vocês, animadas pro próximo La Vie En Shanghai?