sábado, novembro 29

Meus videos de make favoritos

Aposto minha paleta Naked do coração como metade dessa geração y que todo mundo fala por ai (oi, chamou?) aprendeu a se maquiar pelo "onipotente e onipresente deus" Youtube. Eu mesma admito que, além das dicas que peguei com minha mãe, muitas das técnicas e truques que hoje tiro da minha manga na hora da beauté tem a marca do danado do site de compartilhamento de videos e, claro, de seus melhores gurus de beleza. 
Durante essa jornada de milhares de likes e inscrições, salvei aqui e ali alguns dos meus vídeos favoritos que assisto repetidas vezes dia ou outro pra relembrar o cérebro das preciosidades por dentro daqueles minutos de gravação. Resolvi, hoje, compartilhá-los aqui.


Esse está entre os meus mais mais mais. Sou escrava de um bom smokey marrom e estou sempre a procura de novos produtos e maneiras de atualizar e intensificar esse olhão. Esse video ajudou a compor meu "ritual e processo" do olho marrom. AMO como a maquiadora é bem excessiva, descendo e subindo bastante o esfumado, minha cara! Depois desse video, meu medo de pincel que já era pouco ficou nulo, e eu que já era mega adepta de um traçado em baixo bem dramático e esfumado agora deço o pincél até as bochechas de for preciso! Hahaha


Quando quero um marrom mais dramático, é vermelho que eu escolho. Sim, vermelho. Pode parecer estranho e quem não conhece as maquiagens feitas com essa tonalidade tende a ter bastante preconceito, mas a verdade é que um olhão vermelho com uma pitada de marrom e acabamento preto não vão jamais deixar seu olhar passar despercebido. Pra galera não sair chamando ambulância na rua, o acabamento escuro rente aos cílios e o cuidado máximo com a preparação da pele (principalmente em baixo do olho, zerando qualquer sinal de olheiras) são imprescindíveis.Também gosto de dar uma mudada no "olho preto de todo dia" com um toque rubro também, no esfumado, fica lindo! Testem, vocês vão se surpreender! 


Pra quem já passou dessa fase rir um pouco, ou pra quem ainda comete esses errinhos chatos, um dos clássicos da Alice Salazar temperado com seu humor característico e muitas verdades que você talvez prefira até não ouvir. Nesse video, Alice mostra o "antes e depois" de como você se maquiava e como se maquia agora, depois de ter virado fã assinada (eu) do canal dela. O engraçado é que é tudo verdade gente, tudo. Eu com 12 anos era exatamente desse jeito; espremendo o pingo de base no rosto, passando sombrinha rosa cintilante na pálpebra e fechando tudo só com aquele gloss fajuto pra melecar a boca toda (quem nunca? Hahaha). Depois desse video, repensei várias táticas minhas e comecei a usar minhas maquiagens em um nível muito, muito superior.


Desde 2012 que sou apaixonada por essa maquiagem. Esse delineado, esse esfumado nude, essa boca marcada... Se eu não fosse, mais uma vez, tão prisioneira dos smokeys escuros, usaria esse "delineado pelado" mais. Ele é perfeito pois super valoriza o olho, amendoando o daquelas cujo formato é mais redondo e reforçando a beleza das sortudas que já tem olho de Jasmin. Sem palavras pra beleza dessa make.


Descobri os vídeos da Camila Coelho recentemente. Descobri assim né, já seguia a gata no insta, já babava nas makes dela e já tinha plena consciência de que ela arrasava nos tutoriais. Mesmo assim, nunca tinha parado para conferir seu canal, até essa semana. De cara, me apaixonei por um video onde ela ensina a maquiagem da Megan, personagem de Isabelle Drumond na já encerrada novela Geração Brasil. Mais uma vez a ideia é de um delineado poderoso, mas mesmo a proposta sendo bem parecida com a do video anterior, a execução resulta em uma make bem diferente, com aquele efeito "cut crease" que está no olho de 9 entre 10 gurus de beleza mundo a fora. Outra maquiagem que trás toda a atenção para o olhar.

Estou sempre de olho no Youtube e no Insta procurando novos vídeos e tutoriais pra melhorar inhas habilidades e aumentar o leque de possibilidades que se pode ter com um pincel na mão. Todas essas maquiadoras tem mais vídeos maravilhosos em seus canais, recomendo muito! Esses são apenas os que mais fizeram diferença pra mim, mais moldaram meu gosto e jeito de maquiar e guiaram a direção pela qual eu iria seguir meu "rumo de beauty freak". Acho bacana essa ideia de colecionar vídeos, pois voltando neles de tempos em tempos a gente reaprende e relembra muitas coisas que foram deixadas no meio do caminho com a passagem do tempo. Afinal, maquiagem bonita mesmo vai ser bonita sempre, moda indo ou moda vindo.

sexta-feira, novembro 28

Red Carpet: ARIA Awards 2014

A gente passa vidas sem um red carpet de respeito aí na mesma semana, no fimzinho do ano, quando você já ta fechando as malas e embalando as memórias boas de 2014 (levar as ruins pra que né?), sem falar em chutando o balde do #projetoverão (eu sei gente, nem adianta mentir), vem duas premiações uma bem coladinha na outra. Ta certo, a primeira foi tipo um casamento cigano de tão grande, entupida até a boca de artistas premiados, músicas chiquete e apresentações milhões-de-visualizações no youtube. E a segunda... bem, a segunda foi um arrasta pé laaaa na Australia com uma ou duas atrações que eu realmente sabia o nome. BUT, essa vida foi projetada pra enganar a gente galera! Quando a gente acha que a premiação top que vai ser a dos looks, é aí que razão ta longe do alcance. Juro pra vocês, não conhecia quase nenhuma dessas artistas, mas me surpreendi demaaais com a audácia que os australianos tem em relação à moda, tanto que resolvi fazer esse post!

The Veronicas: Tão 2009, tão pré-adolescência, tão magras, tão magras, tão "não sei se ta chic ou ta cafona" e, principalmente, tão gêmeas que eu não sei nem me referir a elas como dois indivíduos independentes. Ok, foi mal, mas honestamente, não tenho opinião formada. Vale dizer que eu achei que os looks conversaram muito bem entre sí, o que é uma qualidade muito importante de se ter em produções de duplas que vão ser fotografadas juntas o tempo todo. Além disso, gostei dos trabalhos das rendas e dos acessórios, mas acho que o excesso de transparências e as malditas telinhas foram o que comprometeram um pouco a coisa pra mim.
Katy Perry: Detesto essas saias e vestidos infelizes cuja transparência lateral não permite lingerie. Gente, isso não é sexy, isso é cafona, cafonérrimo. Aliás, toda a roupa está cafona. Vamos lá Katy, chega de conjuntinhos de cropped + midi, você consegue ir além desse look pronto de sempre.
Anja Nissen: Oi, prazer, não sei quem você é mas invejei sua beleza e sua habilidade de sair bem em fotos espontâneas. Achei seu vestido meio pobrinho e meio mal feito, mas você é linda, tá?
Delta Goodream: Outra gata. Transparência ta em todas hein? Pelo visto as australianas curtem. Amei o vestido, amei, amei, amei. E o bodychein discreto porém matador fez toda a diferença, combinou muito. Uma das minhas favoritas.
Montana Cox: Gosto desse estilo de vestido, nesse estilo de estampa, acho chic e muito tropical, o que é bem apropriado para a ocasião and lugar. O problema é que esse é um dress muito editorial, pra modelo vestir, fazer uma pose mega torta e trabalhosa e nunca ter que se dar ao trabalho de dar mais de dois passos dentro dele. Por isso, fico imaginando esse vestido ao andar, nesse corte pouco confortável e tecido duro. Deve ser no mínimo complicado e até um pouco esquisito de olhar. Fico com esse pensamento, além de achar a clutch grande demais pro look. Mas palmas pra menina que é a cara da Audrey Hepburn.
Marcia Hines: Produçãããão, tem como providenciar uma versão curta desse vestido pra mim? Visto P, moro no Brasil e adoro um melindrosa, brigada :) 
Kate Beck: Entenderam agora porque eu decidi comentar sobre esse evento gente? Afinal, aonde mais achar alguém com o cabelo da Pink, "sem vergonhice" da Miley, magreza da Gisele e look da Bjork? Existe não galera, isso é só na Austrália.
Charli XCX: O quão triste é dizer que esse nem é um dos piores looks dela? Ta parecendo o vomito de uma sereia...
Dami In: Esse casaco não foi feito para ser usado com esse vestido e esse vestido não foi feito para ser usado com nada. Mais uma vez um caso de um vestido chocho, pobre, sem inspiração e sem produção digna. Começando com uma base dessas não tem como o look ficar bom.
Samantha Jade: Taí, acho que pela primeira vez eu gostei de um look de gala com cropped. Pode ter sido o bronze matador ou a pinta de sereia, mas essa Samantha está simplesmente espetacular, não mudaria nada!
Savannah Brown: Detesto admitir, mas eu gosto da ideia de um vestido assimétrico como esse. Curto de um lado, longo do outro... A diferença é que, na minha cabeça, esse tipo de efeito deve ser produzido com suavidade e sutileza, pra ficar mais natural mesmo. No caso da Savannah, meio que parece dois vestidos distintos costurados juntos. Também não gostei da parte de cima, pois vejo muito esses "puffs" de tecido na barriga caindo esquisito e fazendo bolo. Mas ela é a nonagésima australiana gata desse post, ou seja, não tem como ficar tão ruim assim.
Reigan Dary: E fechamos hoje com mais uma deusa etérea. É serio gente, será que eles colocam alguma coisa na água que faz as meninas crescerem fadas desse jeito? Não tem quem não diga que Reigan é a visão de um conto-de-fadas, radiando no meio de todo esse brilho, glitter e magia negra (sim, porque pra ser bonita desse jeito o trabalho não é de Deus nem a pau!). O nude do forro estourou no flash, mas aposto que lá na hora nem dava para perceber. Linda!
Nunca tive que "googlar" tantas fotos para conseguir escrever os nomes desse post (*emoji de riso aqui* ta na hora do Blogger incorporar esse app né? To sentindo falta...), mas eu digo uma coisa: super valeu a pena. To de cara como as australianas estão colocando essa galera americana de Billboard no chão em termos de moda. Eles ousam muito mais, se arriscam muito mais e, mesmo errando, levam a cara a tapa e mostram muito mais estilo pessoal. Por isso, hoje não vou jogar ninguém pra forca, apenas parabenizar todas essas mulheres lindas pela sua beleza e gosto por se vestir. Mas o que não teve de erros, teve de acertos: Samantha Jade, Delta Goodream e Reigan Dary me impressionaram bastante! Gostei muito dos looks das três como não gosto de um look de red carpet a muito tempo.
Quero mais premiações como essa, mais foco na cultura pop australiana e mais artistas s vestido como essas meninas! É pedir demais Brasil?

quinta-feira, novembro 27

Encontro de blogueiras no Espaço 29

Como disse no começo da semana, alguns dias atrás compareci a alguns eventinhos super legais. Já falei aqui da inauguração da Esmalteria Brasil com todos os seus esmaltes lindos, blogueiras gente-boa e pipoca doce perdição. Agora resta comentar do dia em que cheguei mega atrasada (mas ainda assim peguei boa parte da festa hahaha) para o encontrinho delícia promovido pela Lilian Lemos, blogueira e proprietária do salão de beleza Espaço.29.


A Lilian teve a ideia de chamar um grupo de bloggers amigas para testar a hidratação SenScience, que, de acordo com o release é "um tratamento reparador profundo para cabelos danificados e ressecados que suaviza e repara as cutículas dos fios, deixando-os excepcionalmente hidratados, brilhantes e nutridos. A fórmula possui polímeros umectantes que equilibram o nível de umidade do cabelo e sua exclusiva composição à base de emulsão de silício promove a hidratação e aminoácidos que recuperam a saúde dos cabelos". 
Eu mencionei que cheguei super atrasada né? Pois é, marquei meu horário 18h e cheguei quase 20h (transito + chuva = o motivo das minhas orações), e ainda assim a galera do salão me atendeu com um sorriso de orelha a orelha e fez minha hidratação com o maior carinho, repetindo o tempo todo que a festa lá sempre acaba tarde. E por falar em galera, gente, que crew mais fofo! Acho que nunca fui tão mimada na minha vida! Hahaha, todo mundo era tão amor gente, vocês não tem noção! Faz você não querer sair de lá nunca! 
No mais, passei a noite cuidando das madeixas, comendo docinhos, ficando linda (e simultâneamente gorda né hahaha) jogando conversa fora, fofocando sobre maquiagem e conhecendo pessoas maravilhosas. Tem jeito melhor de começar um sexta-feira? Desconheço. 
O Espaço 29 fica em Águas Claras no Centro Comercial do Península Taguatinga Pistão Sul e tem eventos diferentes e gostosos como esse todo final de semana, com pessoas diferentes levando serviços (e entretenimentos) diferentes. Super recomendo passar uma tarde lá se embelezando e ter uma experiência como a minha!

quarta-feira, novembro 26

Look do Dia: Chemise

Filosofar sobre o dinamismo do guarda-roupa feminino, pra quem ainda não percebeu, é um dos meus hobbys favoritos. Já entrei em labirintos verbais quando explicando os variados tipos de peça que compõem nosso closet, a maneira que gosto de coordena-las e o timing exato que decido usa-las. Logo, não há de ser muita surpresa quando eu começar a contar a história das peças que são tudo e nada, como o vestido/camisa do look de hoje.


Vestido: Burberry
Cinto: Burberry
Salto: Chanel
Bolsa: Tory Burch
Óculos: Chanel
Faixa: Acervo

Comprei essa beleza cerca de um ano, um ano e meio atrás naquela desculpa "olha, da pra usar de mil jeitos! Como camisa, como vestido, como casaco... É um curinga". Pois bem, passou esse tempão e o danado do curinga ficou sendo versátil dentro do meu armário, se gabando pras outras peças do limbo de como ele era incrível. Mas como o subconciente não deixa nada ser completamente esquecido, lá fui eu desenterrar esse bonito num dia chuvoso de clima ameno (tipo sol e chuva, sabe? Um friozinho aqui, um calorzinho alí e a gente vai levando) pra ser usado como uma das opções de um ano e meio atrás, no caso, vestido. A lacuna dos acessórios se preencheu automaticamente com um bom cinto de guerra, saltinho confortável, bolsinha que na verdade é bolsão e uma faixa bem generosa no cabelo pra fechar esse look preppy. 
Uma de três já foi, agora vamos ver de quantas outras maneiras eu consigo fazer jus à afirmação que eu fiz tanto tempo atrás! Haha

terça-feira, novembro 25

Red Carpet: American Music Awards 2014

Finalmente, depois de tanto tempo offline, tantas provas, tantas picuinhas e tantos por menores (que na verdade são os grandes "por maiores" na equação do sumiço), a galera de Hollywood se animou e saiu pra badalar, entregar prêmios, dar uns "air kisses", cantar e elogiar o look "dazamiga" famosa que elas secretamente odiaram hahaha! Pois é, o AMA, American Music Awards, aconteceu em Los Angeles nesse domingo 23 e tirou muitas celebs de casa com o intuito secundário de nos fazer comentar cada um de seus looks! Bora então?

Kylie Jenner: Começando pelo clã Kardashian: Kylie, a irmã/top model/best da Cara Delevigne Kendall e a sempre carismática Khloe foram representando a reality family mais famosa da TV. Kylie, que levou seu bocão contornado e mechas azuis (pra variar), apostou mais uma vez em um modelo longo acetinado com mega fenda que me lembrou bastante outro usado por ela no último VMA. Verdade seja dita eu não gostei de nenhum, porém, em defesa de Kylie, acho que o problema com esses vestidos é a baixa "fotograbilidade" que eles tem (cetim e flash nunca foram bons amigos). Entretanto, também acredito que ela tenha uma certa dificuldade em adaptar seu estilo super hypado da vida real para o red carpet, onde não da pra ir de shortinho rasgado e cropped o tempo todo. Ao meu ver, falta para ela um bom stylist que ajude-a a fazer essa transição, aí meu bem, duvido que me vejam reclamar da Kylie aqui novamente.
Kendall Jenner: Se a Jenner mais nova me decepcionou, Kendall foi um colírio para meus olhos inchados! Amei a ousadia e simplicidade desse vestido, que é minimalista e delicado ao mesmo tempo. Confesso que os sapatos não foram meus favoritos, teria colocado um par de sandálias mais feminino no lugar, mas mesmo assim, arrasou!
Khloe Kardashian: Eeeer, tipo, zero erros, mas custava ter escolhido um look mais emocionante? Vestidinho preto chato demais, nem a assimetria salva.
Gigi Hadid: Gostei do look até chegar na calça. Amo a ideia de terninhos e conjuntinhos para eventos como esse, ainda mais por cima de um power sutiã bem aparecido, mas alguma coisa no caimento desse Prabal Gurung não foi totalmente feliz em Gigi. Mais uma vez pode ser o flash distorcendo a realidade, mas tirando isso, achei que Handid estava incrível!
Fergie: Diva! Tava sumida, né? É a vida de mãe e cof cof mulher do Josh-perfeito-Duhamell. Muita beleza pra cuidar na vida, né? E por falar em beleza, achei o look da gata bem bonito, mas pouco inspirado. Parece que a gente já viu vinte vezes, sabe? Não tem nada novo, nada a acrescentar, nada que se faça lembrar. Ta linda e ta tombando, só não ta fazendo história.
Heidu Klum: Heidi fez uma coletânea dos looks eliminados do Project Runway e foi de projeto escolar da Barbie. Inacreditável o tanto que essa bicha tem que se esforçar pra ficar feia...
Meghan Trainor: Não, eu não gosto de "All About That Bass", não gosto da Meghan Trainor, não gosto da clutch de biquinho que ela ficou abre áspas ostentando nas fotos (#tosco) e por último não gosto da meia fina cor da pele. Mas como eu sou legal vou dizer que o cabelo ta bacana e que o vestido não é de todo mau.
Diana Agron: Quem é vivo sempre aparece! Tudo bem que podia ter aparecido mais ereta, com a raiz em dia, vestido menos de vó e carinha mais descansada, mas o importante é mesmo a saúde!
Nicki Minaj: De fato a pessoa tem um problema em questão de equilibrio. É tipo "ou eu visto o cuspe de um unicórnio radioativo ou é vestido preto básico E SÓ". Depois me lembrem de apresentar a ela o conceito de "meio termo".
Kate Beckinsale: Elegante, chic e clássica. Achei lindo, só não muito apropriado para uma premiação tão hypada.
Selena Gomez: Tinha adorado até ver que o vestido é quase inteiramente marrom, e, bom, como vocês conhecem minha relação de amor e ódio com marrom, deixei esse look bem no meio termo dos meus gostos. Até porque o brinco e os acessórios ficaram super legais, mas achei o cabelo bem de vó. Uma opinião dividida sobre um look cinquenta por cento.
Ariana Grande: Esse look é da apresentação dela mas eu amei tanto que não tinha como não colocar por aqui. Michael Costello arrasa de novo! Ameeeei esse trabalho de renda, as transparências, o shortinho por baixo, tudo! Preto é uma cor que tende a ficar monótona no palco, mas não nesse vestido.
Zendaya: Ok, chega né? Já entendemos que você não anda, você desfila, é top capa de revista. Mas o carão, o "Rihanissmo" e a loucura nos looks só são permitidas até um certo ponto. E Zendaya meu amor, esse conjunto dourado já passou muito, muito, muito longe desse limite. Não vou nem comentar o biquini porque quero manter uma parte da minha calma. Mas por favor, é sério isso? Porque tipo assim, se você falar que é pegadinha eu juro que acredito, dou dois risos e vou embora.
Jennifer Lopez: Ainda decidindo se gostei das amarrações ou achei muito "camisa de força". O problema da JLO é que ela se veste tão sexy, sempre, que fica difícil defender seus looks sem chegar ao ponto do vulgar. Esse por exemplo, acho que se as transparências do vestido terminassem antes da barriga a temática dele seria legal. Se fosse longo também, um pouco mais glamuroso. Mas do jeito que ta ai to achando, desculpa humanidade, um tanto brega.
Jordin Sparks: Dream Girls demais mas ta valendo. Se jogassem essa foto junto aos arquivos do AMA anos 80 eu não ia nem notar a diferença, juro, acho que ia ficar bem mais coeso.
Então vamos lá né; pra variar achei tudo meio chato e pouco inspirado, mas dentre as que me chamaram mais atenção do que as demais estão Gigi e seu terninho magia, Kendall Jenner e suas transparências "eu posso porque sou model das grifes tudo" e, principalmente, Ariana linda e seu Michael Costello DI-VI-NO (palmas porque eles merecem *insira emoji clap clap aqui*). Por outro lado, as que chamaram atenção da maneira negativa (porque sempre tem dessas) foram Zendaya com seu terninho infame (+ biquini não podemos esquecer) e Heidi Klum com essa coisa aí que até agora eu não entendi muito bem o que é. Senti falta de mais momentos divos no red carpet sabe? Achei todo mundo meio que simples demais, mas tudo bem, da próxima elas leem tudinho no blog e mudam as táticas hahahaha.

domingo, novembro 23

Inauguração Esmalteria Brasil Park Shopping

Apesar da minha semana ter sido 100% offline (tirando Insta, Whats e Snap, porque ninguém é de ferro né), não pensem por um minuto que eu condenei o blog ao ostracismo esses últimos dias. Muito pelo contrário, enquanto meu Macbook tirava umas boas férias na escrivaninha do meu quarto, eu bati a poeira da minha câmera e sai por ai para socializar com a blogosfera brasiliense, o que é sempre uma das partes mais gostosas de ser blogueira numa cidade farta de formadores de opinião digitais. E se teve um evento onde a concentração de blogueiros por metro quadrado era de fazer a bienal do SPFW parecer vazia, foi a inauguração da Esmalteria Brasil na terça passada.
Realizado em colaboração com as blogueiras Wivi Barbosa e Thais Passos, do blog Balagandãs, a abertura da franquia da empresária Marcele Barbosa estava cheia de bloggers, fotógrafos, champagne, pipoca doce e, claro, tudo quanto é tipo de esmalte escândalo!

 

A Esmalteria, como muitas de vocês devem saber por sua ótima reputação e entendimento do assunto "unha", é um salão de manicure no melhor estilo "Nail Bar", ou seja, conforto máximo e muita mimação! Da unha chique à chiquérrinha, passando pela super chic, o cardápio dessa brincadeira dispõe de esmaltes nacionais, internacionais mega bombados (alô Dior e YSL!) e outros gringos tops também (OPI e Revlon à vista), respectivamente.
A noite foi mega divertida, e, apesar de ter passado pouco tempo, é sempre uma delícia rever toda a galera e jogar papo fora enquanto rodeada por ótima música e os últimos lançamentos da manicure da Chanel, não? Pra mim essa é a fórmula para uma ótima noite de terça-feira, sem tirar nem por.

quinta-feira, novembro 13

Look Do Dia: Noiva Cadáver

Depois de limpar todo o glitter do meu rosto e lavar todas as minhas manchas azuis, mal tive tempo de desamarrar o Sebastião da minha bolsa e já era hora de me arrumar novamente pra próxima festa a fantasia. Diferente da primeira, onde tinham cupidos, gatinhos e anjos, a festa de sábado pedia um pouco mais de, urr, morbidez, é, morbidez. Assim, trocando o glitter por sangue falso e as barbatanas por buquês, lá se foram mais três horas de produção até eu sair de casa uma noiva cadáver.


Corset: HIT
Saia: Sob medida
Salto: Studio TMLS
Bolsa: Acervo

Comecei os preparativos para essa fantasia semanas antes, quando liguei para a Joana (minha mágica costureira que sempre atende aos meus loucos e mega atrasados pedidos) e corri para que ela me fizesse uma saia de tule branca. Junto com meu espartilho, seria composta a base da minha fantasia. De um pouco de tule extra nasceu o véu, preso à minha cabeça comum broche e muitos, muitos, muitos grampos (eles foram meus melhores amigos e partners in crime durante esse final de semana, haha). Até aí, uma fantasia de noiva normal, mas pra que serve maquiagem e sangue falso se não para simular feriadas e machucados? Ahh, sem esquecer do super olho preto e lábios burgundy, indispensáveis para a caracterização fantasmagórica. E como as referências ao mundo dos mortos nunca são suficientes, finalizei o look com detalhes pretos e um belo buquê de rosas vermelhas e roxas.
O post ficou razoavelmente pequeno e surpreendentemente objetivo, mas podem saber que nem a arrumação e muito menos a noite compartilharam desses adjetivos, hahaha